Seguidores

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Orgia


A realeza sublime depõe contra a santidade
Do virginal sangue,fonte em falo derrama-se,
Nos olhos dos alabastros,pupilas imóveis,
Na qualidade de eternos monumentos,pecados.

Expondo genitálias e carnes despudoradas,ora rotundas,juvenis dádivas,
Contemplam a peste,a veste erguida e o clamor da mortalha
Trespassando o desejo reprimido,orgia encravada no seio esquerdo
Da prostituta redimida ,a máxima do orgamo recitada em coro ébrio,mesmo flácida.

O gozo no rosto a espera,cerrado em suor e lágrimas,
Fluidos na terna tez lívida onde coagula ferocidade inata,
Compartilha entre incontáveis sorrisos e lábios húmidos a messe lasciva,
Suspiros e gemidos,gritos, a celebração máxima liberta as almas
Em blasfema veneração bacante.

Raimundo Sturaro

sábado, 25 de março de 2017

Carlos Drummond de Andrade


Sugar e ser sugado pelo amor
no mesmo instante boca milvalente
o corpo dois em um o gozo pleno
Que não pertence a mim nem te pertence
um gozo de fusão difusa transfusão
o lamber o chupar o ser chupado
no mesmo espasmo
é tudo boca boca boca boca
sessenta e nove vezes boquilíngua.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Dia Quente


Quero massagear o teu corpo,
Como se te prestasse um tributo de paixão.
beijá-la voluptuosamente e com meus lábios
teu corpo é desejo, volúpia,
Fazendo você estremecer em minhas mãos
Sentindo seu orgasmo lambuzando
meus dedos foi delicioso nunca vou esquecer
Nosso momento maravilhoso.

quinta-feira, 23 de março de 2017

A delícia de seu gosto

Hoje te quero assim deliciosamente...


Entregue aos meus desejos mais quentes...


Sentir seu corpo macio...


Fazendo você goza com meus toques...


Desejos que nos faz devassa


Gosto de sentir sua boca macia...


Seus gruidos que saem de sua boca me fazem delira...


Finalmente senti-la quente e melada em minha boca...


quarta-feira, 22 de março de 2017

Choque do Prazer


Meus pensamentos não me fazem
esquece aquela voz rude que me invade a
mente todo vez que me liga
Voz que domina com ardor indisfarçável o tesão
E dela que extraio a chama da combustão
Sinto um fogo sutil correr de veia em veia
Um choque do prazer faz minha carne estremecer
Explodindo em um gozo estonteante e delicioso.

Ah, que Olhos Pôs Amor na Minha Cara


Ah, que olhos pôs Amor na minha cara
mas sem correspondência a fiel vista?
Ou se a têm, meu juízo onde é que pára
que em tão falsas censuras inda insista?
Se é belo o que meus olhos falso adoram
que quer dizer o mundo em negação?
E se não é, amor mostra se goram
seus olhos, menos fiéis que os homens: não,
como pode? Como pode, se pranto
e espera o afectam, ser fiel no olhar?
De erros da minha vista não me espanto,
o sol não vê até o céu limpar.
Manhoso amor, com choros pões-me cego,
mas vendo bem, a tuas faltas chego.

William Shakespeare, in "Sonetos (148)"

domingo, 19 de março de 2017

Meu Cheiro Gostoso


Tua pele tem o cheiro de desejo, 
cheiro de amor, cheiro de paixão, 
sinto-me excitado com teus beijos 
e no leve toque de tuas mãos.

Excitação


Mãos que deslizam sobre a pele macia
Mãos que pega fortemente seios duros e firmes
Apalpam de forma sensual para dá tesão

Toques que excitam e faz sentir prazer
Suaves mãos que desce sobre um corpo
nu para acariciar
Provocar o maior de todos os orgasmos

Oh! Mão que toca, que pega, que acaricia
As mãos que me deixam louca de desejo por ti
Seu to que me acalma e me faz transborda de prazer
Suaves mãos que me tocam e me protege.

Doce Paixão


Seu corpo molhado
me causa desejo
vontade quase sem fim
de acaricia-lo inteiro
sob a cama ainda molhado
esperando por mim

Murmúrios e sussurros
envolvidos na pura emoção
dois corpos lado a lado
curtindo essa doce paixão
lábios trémulos se tocando
e o ato do amor assim realizando

Um silêncio nos envolvendo
no final da empolgação
ambos semi inertes
agora sob o colchão,
os lençóis caídos pelo
quarto tudo parece bagunçado

Enfim dois seres sorridentes
caídos sobre a cama
sentindo os corpos saciados
pelo desejo consumido.

Desejo Tentador


Deixe-me sussurrar e gemer em teus braços, abra minhas pernas e possua-me com voracidade, depois diga que me ama com um olhar tentador.

Deixe-me dizer frases picantes enquanto desbravo seu corpo e com minha boca faço-te perder a razão, e se entregar ao desejo.

Por fim, possua meu corpo! fazendo teu gozo me incendiar por dentro. Me olhe... deixe que eu te beije e diga que

TE AMO!!!

Me abrace e permita que desde então sejamos unidos pela paixão, prazer, de sejo, loucura e amor.

sábado, 18 de março de 2017


Não devemos nos questionar porque algumas coisas nos acontecem e sim o que podemos fazer com o tempo que nos é dado.

S.d.A

sexta-feira, 17 de março de 2017

terça-feira, 14 de março de 2017

Rosas do delírio


Teu corpo é como as rosas de uma roseira
que cheira e exala mil sabores
impregna a alma e suspiras com emoção
me levando ao delírio, tornando-se minha paixão.
Quanto se diz tanto quanto
Querendo se entregar ao a alguém
Um alguém que na verdade,
Amei e que quero bem.
Descobre-me em teu mistério, 
Com aquela cautela interrogante...
com a que meus braços aprisionam tua paixão,
E com grande complacência, de ser tua intima formosura
Essas caricias loucas que para ti alimento.
Vem, entrega-te mais,
E entregarei a ti meu gozo e gemidos
Acende-me! Até acabar-me novamente em teus lábios…
fervendo teu amor pelo meu sangue, em minhas artérias.